segunda-feira, 17 de abril de 2017

My Sweet Wish

Sebastião Salgado
África - Botswana


Eu adoraria deitar o meu pescoço, de asa aberta em voo rasante, naquela brisa amena de tempero almiscarado, onde o infinito não se faz barreira nem limite; e falo da minha raiz sem presença, noutra terra, noutro céu, noutra paisagem, por entre outras gentes, outras cores e outros perfumes; e mais falo da sua cultura de alheação de génese material e afectiva. 
O meu Norte, além-mar, tem aquele apego que não se despega a quem o carrega nas entranhas da alma.

4 comentários:

  1. Ah, desse apego que não se despega sei eu :)

    Beijinho Sandra

    ResponderEliminar
  2. E um dia, farás essa tua viagem tão desejada. Na verdade, ela já começou dentro de ti.

    Um beijinho, querida Sandra :)

    ResponderEliminar