terça-feira, 6 de dezembro de 2011

Ponto de Interrogação























Titulo: Mystery Box
Fotógrafo: Jorg Greuel
Colecção: Photodisc

Mais um dia
a somar
a outros tantos
que já se foram,
e, mais a uns quantos
que ainda virão
em que me resigno
e me resumo
a um misero
Ponto de Interrogação.

                      ?

Sandra Louçano


"No Light, No Light" - Florence + The Machine

quinta-feira, 1 de dezembro de 2011

Corpo e Alma


Titulo: Sexy Nude Woman
Fotógrafo: Niko Guido
Colecção: Vetta

Alma sem Nome
Agridoce
Corpo sem Rosto
Suave
Dedo imperfeito
da Mão
quando inspira
Saudade
quando queima
Paixão

Sandra Louçano


"Body and Sou" - Tony Bennett e Amy Winehouse

domingo, 20 de novembro de 2011

Tic Tac Tic Tac


Título: Naked woman lying with clocks on wall, Buenos Aires, Argentina
Fotógrafo: Win - Initiative
Colecção: Win - Initiative

Tic Tac Tic Tac
Rodam os ponteiros do relógio
dia e noite sem parar
E o tempo prossegue o seu destino
passo a passo devagar.
Nunca atrás
do seu compasso pendular,
nunca à frente
com pressa de acercar.
E, por muito que a gente o queira fintar,
ele soma e segue,
rugas e brancas a cantar,
e sempre
acaba por nos apanhar
na estação de nome “Fim do Lugar”

Tic Tac Tic Tac
E o tempo não pára de nos decantar!

Sandra Louçano


"Precious" - Depeche Mode

sábado, 12 de novembro de 2011

Hora do Lobo
























Título: On the edge of a burning light
Fotógrafo: JRJ Photo
Colecção: Flickr

Noite cerrada,
a hora esperada
havia chegado
e o carro partido
ao encontro marcado


No beco escondido
engana-se o perigo,
abriga-se o pecado
e o perfume proibido

O sorriso rasgado,
de olhar eriçado
se entrega ao abraço
saudoso e apertado
O beijo acontece,
se repete,
na boca,
na orelha,
no pescoço,
desce fluido
se faz esquecido
no falo que clama
que aquece,
que engrossa,
que cresce,
que fala
à boca
que cala
o Lobo
atrevido
sem medo

Sandra Louçano


"Push The Limits" - Enigma

sábado, 5 de novembro de 2011

Acordei à Dentada


 Título:Shirtless Woman, Black and White
Fotógrafo:Ozqur Donmaz
Colecção: Vetta

Acordei à Dentada
na minha mordida.
Acordei uma tonta parva
desorientada e perdida

Acordei à Dentada
na minha mordida.
Já andava enjoda
dos latidos doentios
de cadela esganada

Acordei à Dentada
na minha mordida
encharcada nas lágrimas
dos equivocos da ilusão.
Sacudi as vestes da (m)água
e lavei as pedras do chão

Acordei à Dentada
na minha mordida.
Ferida? Não!
Fortalecia.
Vida que é Vida
tem que ser vivida
quer se grite sim,
quer se grite em vão

Acordei à Dentada
na minha mordida.
Em frente prossigo
com verdades no sorriso
e feridas na mão,
pois sei que amanhã
outros dias virão

Sandra Louçano


"Shake It Out" - Florence + The Machine

domingo, 30 de outubro de 2011

Fado do Palco Roubado


TÍtulo: Girl sitting on chair and ballons
Fotógrafo:Yangjin
Colecção: Flickr

Sou Grito
Sou Silêncio
(C)Alma e Tormento
ao mesmo tempo
Sou Ser
Fui Sentimento
de uma 
Canção do Vento

Fui Personagem 
Principal
fiz papel de figurante
Vi uma cena igual
na “Comédia” de Dante

Fui palco roubado,
fui Peça Final,
fui fado,
fui Charneira
de um
jogo sentimental

Hoje troco
contos, 
artes de manto,
palavras de algibeira
e folhas de acanto
por um banco 
de primeira
no sossego da plateia

Sandra Louçano


"I Write Sins Not Tragedies" - Panic! At The Disco

terça-feira, 18 de outubro de 2011

Conversa Privada


Título: Nude Woman (Foto com rotação de 90º)
Fotógrafo: youraPechkin
Colecção: Vetta


Hoje apetece-me
ter uma Conversa Privada
com a minha Maçã Brava

Semicerro os olhos
em preparo para a dentada,
afio o fio da navalha
na boca da rosa gretada

Mordisco o lábio seco
untado no sal do meu tempero,
cozinho a carne ardente
na chama do vicio indecente

Possuída pela Vontade,
as mãos trepam com malícia,
os dedos ganham corpo na intensidade,
e fendem com toda a perícia.

Sandra Louçano

"Touchness" - Enigma

sábado, 15 de outubro de 2011

Febre de Verão















Título: Painted Nude
Fotógtrafo: HideKi Fuji
Colecção: Stone

Será que ainda te lembras do cheiro
do meu cabelo,
e do nosso primeiro beijo?
Ainda te lembras do nome da Flor
que dá sustento ao meu corpo inteiro?
E da cor das asas das minhas borboletas, lembras-te?
Será que ainda te lembras de mim?
Não foi há tanto tempo assim!
Será que ainda gritas o meu nome no segredo da noite,
quando deitas o teu silêncio no travesseiro!
Ser-te-ei um medo, um devaneio,
ou, quiça um desejo retraído,
selado na folha arrancada do teu livro, 
do desassossego!?
Será que tudo é fruto da minha imaginação,
ou sofro o constante delírio de uma Febre de Verão?

Sandra Louçano


"Everybody's Got to Learn Sometime" - The Korgis

terça-feira, 11 de outubro de 2011

Vermelho

























Título: Glamourous girl;
Fotógrafo: Niko Guido
Colecção: Vetta


Morango maduro
línguas de malagueta
Vermelho ao rubro
no carnudo da Roseta


Sandra Louçano


"Summer Wine" - Ville Valo feat Natalia Avelon

sábado, 1 de outubro de 2011

Chocolate Negro


Título: chocolate with milk
Fotógrafo: Olena ChernenKo
Colecção: Vetta

Fecho os olhos
levanto voo, rasgo o vento
em direcção ao infinito do tempo.
O sangue fervente da terra quente
invade-me o corpo e a mente,
enquanto o rubro da alma
acalma o desassossego
no doce amargo do Chocolate Negro

Sandra Louçano


"Sweet Lullaby" - Deep Forest

Coração Vagabundo













Título: Dirty
Fotógrafo: Arman Zhenikeyev
Colecção: Flickr

Coração Vagabundo
Rosto sem nome,
num corpo sem fundo.
Alma de porta aberta
em morada incerta,
Tens o dom de estar só,
não de estar sozinho no mundo!

Sandra Louçano



"Let's Kill Tonight"- Panic! At The Disco

quarta-feira, 28 de setembro de 2011

Saudade



















Titulo: Dark Hallway with Doorway in Light, Black and White
Fotógrafo: Eva Serrabassa
Colecção: Vetta

Os dias passam naturalmente
como a corrente do rio que segue para poente.
E aqui me permaneço queda
à espera da correspondência que não chega.
O tempo escorre o dedo da Saudade
que bate no peito o Nó Desfeito.
Os minutos avançam nas horas
pautadas pela Tua Ausência,
e a Vida acontece sem Defeito,
num tempero insosso e azedo.
E aqui me permaneço queda
à espera de quem não chega.

Sandra Louçano



"I See You Soon" - Cold Play

segunda-feira, 26 de setembro de 2011

Gritos da Desilusão























Titulo: Face Held in Hands
Fotógrafo: Margo Weinstein 
Colecção: The Image Bank

Já me havia esquecido
desse devaneio maldito
que esteve sempre
no meu leito adormecido.

Os Gritos da Desilusão
As Gretas Negras paridas
nas crenças da minha inocência.

O corpo mói a dor que a alma já não aguenta,
e a mente perece em câmara lenta.

Sonhos, Fantasias, sorrisos de alegria?
Pode ser que sim!…Um dia!
Quando voltar a ser pequenina.

Por isso tempo, não tardes! 
Traz o Norte no Vento,
leva daqui o tormento
e os fantasmas da morte,
antes que me veja largada
num punhado de migalhas
de memórias trucidada.

Sonhos, Fantasias, sorrisos de alegria?
Pode ser que sim!…Um dia!
Quando voltar a ser pequenina.

Sandra Louçano


"Blinding"- Florence + The Machine

segunda-feira, 19 de setembro de 2011

Desde Tenra Idade

Titulo: Ruitenvrouw (Queen of Diamonds)
Fotógrafo: Alique
Magazine: Avantgarde November 2006

Desde Tenra Idade
que me Sinto
com Intensidade

Desde Tenra Idade,
e, em boa verdade
curto queimar a Saudade
da Vontade
do Corpo e da Alma

Desde Tenra Idade
que tudo me acontece
sempre da mesma maneira
Caio, Pranto e Levanto
E quanto mais vezes me Levanto,
mais Inteira me garanto

Sandra Louçano


"Emancipator" - Anthem

sexta-feira, 16 de setembro de 2011

Marioneta


Titulo: Evil Puppeteer
Fotógrafo: Bobbieo
Colecção: Vetta

Porque a Palavra tem que ser dita com Sentido?
Quando, n'um só grito, exprimo o que Penso e o que Sinto.

Porque a Expressão Corporal tem que ser Contida?
Quando um murro na mesa afirma quanto me quero Agressiva.

Porque o Olhar tem que ser Ausente?
Quando o meu olhar é Felino e Transparente.

Para quê? Ser Marioneta!
Para quê? Ser Politicamente Correcta!
Quando a mente dessa gente, de Valores está Deserta.

Sandra Louçano


"Ballad of Mona Lisa" - Panic! At The Disco

domingo, 11 de setembro de 2011

Extintor
















Título: Burning match in smoke on black background
Fotógrafo: Dmitry Mordvintsev
Colecção: Vetta

- Ambrósio!
- Apetece-me algo...
- Senhora?!
- Quero um ósculo arrebatador!

- Que me abafe o ar e me cubra o calor...
- Tomei a liberdade Senhora!
- Aqui tem ao dispor, o Extintor.
- Não queremos que as brasas do pudor queimem as pétalas da sua Flor!

Sandra Louçano


"TNT for The Brain" - Enigma