segunda-feira, 25 de abril de 2011

O meu Nome?













Título:Young Woman Wearing Mask and Holding Face
Fotógrafo:Lise Gagne
Colecção: Vetta

Nome?
O meu Nome?
Em tempo foi!
O meu Nome? Nome não é!
Em tempo há sido!
O meu Nome? Nome esquecido!
Hoje, adjectivo.
Amanhã, verbo adoptivo.

Sandra Louçano

video

"My Name" - Lhasa

domingo, 24 de abril de 2011

Quero Dormir















Preciso parar,
pensar e reflectir
Quero voltar a me encontrar
Quero voltar a sentir

Arrasto-me numa mente cansada
morada de uma alma rasgada
Me deito e me levanto sem destino,
perdido é o Norte do Caminho

Grito, do avesso me viro,
olho adentro em ecos de vazio
Já não penso, já não sinto,
nem ao espelho me vejo

Quero Sair Daqui!
Abandonar os restos de imagens turvas
e as sombras do medo!
Quero fugir!

Difícil é ficar e lutar pela Verdade que deixou de Existir
É facil viver no Conto
do faz de conta que o “Eu” conta

Sorrisos postiços
Abraços forçados
Palavras desertas, e bem colocadas
Titulos e adornos bonitos
E lá começa o circo,
e lá se compõe o ramalhete
com Artes de Brilharete

Valerá a pena lutar?
Quando a Alma do Poder
Já não sabe ser,
já não sabe estar!...

Não!
Sou cobarde! sim!
Já não levam mais nada de mim!
Vou partir!
Deixem-me!
Quero dormir!

Sandra Louçano

video

"Illuminated" - Hurts

domingo, 17 de abril de 2011

Oh Poeta!























Oh Poeta!
Oh Alma inquieta
Procura sem descoberta
Que trazes Tu, hoje na paleta?
Uma tela imperfeita
Uma aguarela desfeita
Quiçá?!
Uma flor,
Uma qualquer,
Talvez um Malmequer
Que te quer, ora não te quer…

Oh Poeta!
Oh Vedeta da Palavra
Teia da Letra Adornada
(A)fio e contra-afiada

Oh Poeta!
Oh Alegria Ferida
Lagrima tecida
na Dôr consentida

Oh Poeta!
Oh Coração Aberto
Percorres o Mundo
Por caminho Incerto

Oh Poeta!
Oh Licor do Pecado
Retórica do mel eivado
no cálice do corpo velado

Oh Poeta!
Oh Inocência Perdida
Homem da Vida
da Vossa e da Minha

Oh Poeta!
Oh Poção de Magia
Faz me tua Musa, tua Rainha
Nem que seja por um Sol dia

Sandra Louçano

video                                                        

"Mother Nature" - Hurts

sábado, 9 de abril de 2011

Flor

















Rosa,
Côr,
Mulher,
Flor





























Rosa-Bebé transcende luz da inocência
e o choro da Recém-Nascida;
Rosa-Velho, o pigmento da experiência
e o grito da Mulher amadurecida.

Sandra Louçano 

video

"X" - Titiyo

quinta-feira, 7 de abril de 2011

Elle


Todo Elle é Vício,
Todo Elle é Divo
Que inteira o Cio
de um ventre Vazio

Todo Elle é Alegria,
Todo Elle é Festa
Uma vida de Euforia
no recheio da Fresta

Todo Elle é Prosa,
Todo Elle é Poesia
Um Cravo na Rosa
A oração do Dia

Todo Elle é Mel,
Todo Elle é Sabor
Desempenha o papel
com carinho no Amor

Todo Elle é Fantasia,
Todo Elle é Ilusão
Obra-prima em Sintonia
Sonho e Prazer na Paixão

Todo Elle é Melodia,
Todo Elle é Canção
Maravilha Entumecida
Inquietude na Razão

Todo Elle é Sentimento,
Todo Elle é Coração
Natureza em Movimento
em constante Exaltação

Todo Elle é Momento,
Todo Elle é Emoção
O fio d'um Pensamento
um Devaneio em Ebulição

Sandra Louçano

video

"Fina Estampa" - Caetano Veloso

domingo, 3 de abril de 2011

Querendo


Quero o querer
que não sabe o
que quer
Ora quero tudo,
ora não quero nada
Ora continuo Querendo
mesmo não sabendo
o querer
que vou Querendo

Quero o querer
que não sabe o
que quer.
Simplesmente
Querendo

Sandra Louçano

video

"Without a Face" - Secret Garden

sexta-feira, 1 de abril de 2011

Ser























Gritar,
Fugir,
Partir

Esquecer,
Encontrar,
Adormecer
 

Morrer

Renascer ao voltar do Querer Ser

Sandra Louçano

video

"Rising" - Lhasa